Por Dentro do Mindset Empreendedor

A busca pelo Mindset Empreendedor continua a todo vapor. No post anterior expliquei minuciosamente o que é o Mindset e os tipos de Mindset. Começamos a trabalhar na identificação de nossa configuração mental em busca de falhas e a pavimentar o caminho para o sucesso.

Antes de partimos para uma parte um pouco mais prática, vamos dar mais uma repassada em algumas características inerentes a cada tipo de Mindset. E por que devemos fazer isso? Pois para nossa mudança é fundamental que a gente faça a auto-análise mais profunda possível para mapearmos nossas deficiências e trabalharmos de forma inteligente para supera-las.

[shareaholic app=”recommendations” id=”26065951″]

Então sugiro que você leia esse post com papel e caneta na mão e vá marcando seus pontos fracos, os pontos que você acredita que deve melhorar para ter uma noção exata do que precisa mudar em você para atingir seus objetivos.

Características de quem possui Mindset Fixo

– Sente necessidade de provar suas habilidades o tempo todo;
– Tem medo excessivo de falhar;
– Considera que esforço é só para pessoas que não tem talento;
– Encara uma falha como fracasso total ou falta de talento;
– Se omite e evita se expor para não exibir fraquezas;
– Perdem rapidamente o interesse em coisas desafiadoras;

Você notou algo em comum em todas essas características? Notei que todas elas são extremamente limitantes. Elas criam uma falsa sensação de proteção que nos impede de evoluir de forma mais rápida e efetiva.

Esse tipo de mentalidade nos coloca em uma bolha e é extremamente prejudicial para nosso crescimento e desenvolvimento. O objetivo da mudança de mindset é obter sucesso, dessa forma devemos fazer tudo que estiver a nosso alcance para nos livrarmos dessas características.

Em contrapartida, pessoas com Mindset Crescente…

– Encaram o aprendizado com mais leveza;
– Consideram o crescimento e desenvolvimento parte do sucesso;
– Acreditam que o esforço é chave para o sucesso;
– Não se sentem espertos apenas quando dominam algo, mas também quando estão aprendendo;
– Lidam bem com desafios e adversidades;
– Não ficam fixos em sua zona de conforto;

Claramente esse tipo de comportamento demonstra que pessoas com o Mindset Crescente são mais afeitas ao novo, a experimentar, testar e ao desenvolvimento. Entendem que é necessário aprender as coisas passo-a-passo e enfrentar desafios para obter progresso, afinal, o sucesso não é imediato. É preciso construir o caminha para atingi-lo.

O mundo não se divide entre fracos e fortes…

…o mundo se divide entre os que aprendem e os que não aprendem.

Essa é a maior lição que absorvi até aqui. A necessidade constante de buscar conhecimento. E mais do que isso, a necessidade de estar aberto a aprender coisas fora de nossa zona de domínio e não se assustar ao nos depararmos com temas que nunca antes lidamos.

Precisamos evitar aquele sentimento que toma conta da gente sempre que lidamos com o novo, aquela tendência de se apegar as nossas convicções atuais. É preciso encarar coisas difíceis como coisas legais.

Afinal, para que gastar nossa vida inteira fazendo um quebra-cabeças que já sabemos montar de cor e salteado em vez de buscar desafios novos e maiores? O começo pode ser difícil, mas o exito que obtemos é muito mais prazeroso.

O que é potencial?

E sempre que vemos uma pessoa bem sucedida creditamos parte de sua glória a um tal “potencial”. Enchemos a boca e dizemos sem medo de errar: “mas aquele cara tem muito potencial”. E tendemos a acreditar que não temos o mesmo potencial.

Oras. Eu te garanto que temos sim. E por quê? Porque o potencial nada mais é do que a capacidade de desenvolver uma habilidade com esforço através do tempo. Em resumo, nós somos os responsáveis por definir nosso potencial. Só depende do nosso esforço e aprendizado.

Analise obras de grandes pintores e note a evolução que eles obtém com o passar do tempo. Como sua técnica fica mais apurada, seus traços ficam mais precisos. A prática, estudo e a persistência leva a perfeição. Imagina quantos talentos e quantas obras deixariam de existir se todo grande artista tivesse desistido no começo de suas carreiras diante de uma crítica negativa ou por achar que não conseguiria evoluir plenamente. É exatamente isso que acontece conosco.

Falhei. E agora?

Agora é hora de separar o ato da identidade. E o que isso significa? Que você não deve cravar uma falha dentro de você. É diferente pensar: “eu falhei” do que “eu sou uma falha”. É muito diferente.

Se você tirou algo do papel e aparentemente falhou a solução é simples. Você deve saber lidar com essa falha, buscar entender e identificar os motivos que te levaram a falhar e aprender com eles. É preciso enfrentar a falha para colocar seu bloco na rua novamente.

As pessoas com Mindset Fixo nesses momentos fazem tudo errado. Se vão mal em um teste ou em um projeto, desistem de estudar ou se aperfeiçoar pois acreditam que não tem talento para isso, que não tem potencial ou que não conseguirão se desenvolver.

Em momentos de adversidade procuram pessoas com resultados semelhantes ou piores para não se sentirem os únicos na mesma situação e em vez de focar na evolução cria uma comunidade de reclamões que não vão a lugar algum. É a receita do fracasso.

Na próxima vez que você passar por algo parecido, entenda que as falhas não te definem, elas são parte do jogo. Se você obteve um mau resultado, não quer dizer que será assim para sempre, você pode mudar e desenvolver suas habilidades. Você pode expandir. E principalmente, não busque pessoas inferiores, procure se coligar com pessoas melhores, de bons resultados e se espelhe nelas para crescer. Reclamar não adianta. Desculpas não adiantam. A única função das desculpas é proteger sua confiança, mas isso não te levará a lugar algum.

E lembre-se, não adianta apenas ler coisas positivas se você não acreditar que pode mudar. É preciso calar a voz interior que teima em dizer que você não vai conseguir. A mudança só passa realmente a acontecer quando ela deixa de ser apenas um discurso vazio e passa para a esfera da ação.

5 passos práticos para a mudança de Mindset

1) Está fazendo algo difícil e está pensando em parar?

Força. Esse é o grande passo a ser dado para a mudança de Mindset.

2) Fuja de adoradores

Ser querido é ótimo. Mas tente sair um pouco do seu círculo social atual e evitar alguns bajuladores. Busque críticas construtivas positivas e conhecer opiniões diferentes. Não seja sempre o melhor da mesa.

3) Traumas do passado estão te travando?

Enfrente. Feche os olhos e sinta as emoções que esses traumas te trazem. Entenda como isso está te atrapalhando e busque uma forma de vencer isso e evoluir através dessa experiência.

4) Se sentindo triste e desanimado?

Visualize seu objetivo. Sinta a felicidade em atingi-lo. Entenda a importância da trajetória e encare o esforço como algo positivo. Respire fundo, erga a cabeça e volte ao trabalho.

5) Sabe aquele projeto que você sempre quis fazer e nunca tentou porque não se acha bom o suficiente?

Faça. Simplesmente faça. Comece. Dê o primeiro passo. Converse com pessoas que já fizeram e se inspire. Dê o próximo passo e vá em frente. O feito é sempre melhor que o perfeito. E você é capaz de fazer. Só depende de você.

Aprenda como Ganhar Dinheiro divulgando produtos do AliExpress.

Fernando Nogueira

Fernando Nogueira é um profissional com mais de 15 anos de experiência em internet e marketing digital. Além de criador da Centralize Studio, da Admais e do Faceturbo, tem em seu currículo passagens por Editora Abril, Conrad Editora e Tambor Digital. É MBA em Gestão Empresarial na Brazilian Business School e bacharel em Análise de Sistemas. Autor do eBook Afiliado AliExpert e do curso online Escolhendo e Validando um Nicho.

Website: